A produção editorial em Espanha, de acordo com a edição electrónica do jornal El País, aumentou 3,9% em 2010 face ao ano anterior. Nesta subida, foi a edição electrónica que registou maior crescimento, com um aumento de quase 50%, enquanto a edição em papel diminuiu 1%. São os dados resultantes do estudo Panorámica de la edición española de libros, elaborado pela Direcção Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas do Ministério da Cultura de Espanha, a partir da informação proporcionada pela Agência do ISBN.

About these ads