Os alunos e as tecnologias da informação [estudo]

Deixe o seu comentário


educause

O ECAR (EDUCAUSE Center for Analysis and Research) publicou no final da semana passada o seu estudo “Study of Undergraduate Students and Information Technology, 2014″ (PDF, 50 pp), no qual colaboraram 213 instituições e 75 306 alunos.

Estas foram algumas das principais conclusões do estudo da EDUCAUSE:

  • A tecnologia está incorporada na vida dos alunos, e os alunos estão geralmente inclinados a usar e ter atitudes favoráveis ​​em relação a tecnologia. No entanto, a tecnologia só tem uma influência moderada no envolvimento ativo dos alunos em cursos específicos ou no estabelecimento de ligações com outros alunos e professores.
  • A utilização educativa da tecnologia por parte dos alunos é generalizada, mas não profunda. Eles estão particularmente interessados ​​em expandir o uso de algumas tecnologias específicas.
  • Muitos alunos usam dispositivos móveis para fins educativos. A sua utilização na sala de aula é mais provável quando os professores incentivam essa utilização; no entanto, tanto professores como alunos estão preocupados com o seu potencial de distração.
  • São cada vez mais os alunos que já experimentaram um ambiente de aprendizagem digital. A maioria diz que aprende melhor com uma combinação de trabalho online e presencial (blended learning).
  • A maioria dos alunos concorda com o uso institucional dos seus dados para aconselhamento sobre o progresso académico em cursos e programas. Muitas das funções analíticas que os alunos procuram já existem nos modernos LMS.

O estudos de 20132012 estão igualmente disponíveis.

Infográfico com os principais resultados do estudo:

SMS não prejudica a ortografia dos adolescentes

1 Comentário


medium_2979124681De acordo com um estudo recente divulgado ontem pelo Centre National de la Recherche Scientifique francês, as populares SMS não têm influência no nível de ortografia dos jovens.

Durante muito tempo, temeu-se que o tipo de ortografia utilizada pelos adolescentes nas curtas mensagens curtas que trocam entre si nos telemóveis, com inúmeras abreviaturas e poucas preocupações com a correção ortográfica e sintática, acabasse por prejudicar a sua forma de escrita em ambientes mais formais, nomeadamente na escola.

Este estudo agora divulgado, realizado por investigadores do Centre de Recherche sur la Cognition et l’Apprentissage (CNRS/Université de Poitiers/Université François-Rabelais Tours) e que analisou 4524 SMS produzidos durante um ano por 19 jovens adolescentes franceses, de 12 anos, veio demonstrar que é o nível ortográfico de cada criança que determina a forma das mensagens que envia, e não o contrário.

Ao fim de um ano, os investigadores concluíram que não existe «qualquer ligação entre o nível de ortografia tradicional e as SMS enviadas», exceto o facto de que aqueles que adaptam mais a sua escrita ao tipo de linguagem usada nos dispositivos móveis são os que têm um nível mais elevado de ortografia tradicional. Assim, conclui o estudo, as SMS não são uma ameaça para o nível de ortografia da escola, mas sim uma boa e suplementar oportunidade de treinar a escrita.

 photo credit: lanier67 via photopin cc

Vantagens dos média sociais na escola [infográfico]

Deixe o seu comentário


Facebook Pinterest, Twitter e bllogues são hoje usados por milhões de pessoas em todo o mundo nas mais diferentes áreas do conhecimento, mas ainda são olhados com muita desconfiança pelas escolas. Este infográfico da Best Masters in Education ilustra algumas das vantagens da utilização da «social media» na educação.

The Use of Social Media in School
Image compliments of Best Masters in Education

Relatório Horizon 2014: tecnologias emergentes em educação

2 Comentários


horizon2014Já está disponível o NMC Horizon Report 2014 do New Media Consortium, um relatório elaborado em colaboração com a EDUCAUSE Learning Initiative (ELI) e que, anualmente, inventaria as tecnologias emergentes em educação e antecipa o horizonte temporal da sua adoção pelas escolas. Assim, na versão para o ensino superior, são listadas 6 tecnologias, com os seguintes horizontes de adopção: Um ano ou menos: – Flipped Classroom – Learning Analytics Dois ou três anos: – 3D Printing – Games and Gamification Quatro ou cinco anos: – Quantified Self – Virtual Assistants

Vídeo de apresentação do relatório:

Três ferramentas de aprendizagem do futuro [infográfico]

Deixe o seu comentário


Learning-Tools
Courtesy of: OnlineSchools.com

Alunos nos ecrãs: Multitasking e utilização de dispositivos entre os adolescentes [infográfico]

Deixe o seu comentário


Teens on Screens
Courtesy of: OnlineSchools.com

Maioria dos alunos quer manuais escolares digitais nos tablets

Deixe o seu comentário


Um estudo recente da Nielsen revela que 71% dose alunos que possui um tablet gostaria de ter acesso a manuais escolares digitais no seu dispositivo.
Quanto à utilização educativa dos tablets, a atividade preferida pelos alunos é a pesquisa na internet, logo seguida do email e da leitura de ebooks, como se pode ver pelo seguinte gráfico.

Em todo o mundo, são cada vez mais as escolas que estão a adotar tablets em substituição dos manuais escolares em papel.

20130910-133328.jpg

Older Entries

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 2.168 outros seguidores