Um novo estudo mostra como os ebooks estão mudar os hábitos de leitura

Deixe um comentário


Um estudo do iModerate Research Technologies e da Brock Associates demonstra que 66% dos proprietários de dispositivos multifunções aumentaram os seus hábitos de leitura e  46% sentiram-se inspirados para ler mais livros impressos.

O estudo, que envolveu 300 possuidores de MFD (multifunction devices, como, por exemplo, iPhone, iPad, Blackberry, dispositivos Android, etc.),  foi apresentado na recente Digital Book World 2011 em Nova Iorque.

O estudo concluiu que as três principais razões pelas quais os utilizadores de MFD preferem ler no seu dispositivo em vez da versão impressa  são o maior conforto (80%), a facilidade na aquisição de  ebooks (61%) e o ecrã retroiluminado (41%).  Além disso, as três ocasiões de leitura mais comuns nos MDF são: em viagem(72%), quando se está à espera (72%) e em momentos de descanso (70%).

Via prnewswire.com

Dez marcos importantes na história do tablet

1 Comentário


1. O Dynabook (1968)

Alan Kay com o Dynabook - Wikimedia commons

O conceito de Dynabook foi criado por Alan Kay en 1968, com o objectivo de  produzir um computador para crianças de todas as idades.
2. GRiDPad (1989)

O GRiD GRiDPAD 1910 touch-screen. Crédito da imagem: vintagecomputer.net

O GRiDPAD foi um computador touchscreen criado pela GRiD Systems Corporation em 1989.

3. Tandy Zoomer (1992)

Tandy Zoomer (1992). Crédito da imagem: historyoftechnologies.blogspot.com

O Tandy Zoomer, produzido pela Tandy Corporation, é um antecedente dos modernos PDA: possuía 1 MB de memória e custava cerca de 1000 dólares.

4. Apple Newton MessagePad (1993)

Apple Newton MessagePad. Wikimedia Commons

Modelo de PDA com ecrã sensível ao toque, reconhecimento inteligente de escrita, memória flash e processador RISC, lançado pela Apple Computer em 1993.

5. Microsoft Tablet PC (2000)

Microsoft Tablet PC. Crédito da imagem: www.microsoft.com

Microsoft Tablet PC. Crédito da imagem: http://www.microsoft.com

Uma aposta da Microsoft no mercado dos tablets, anunciado em 2000, na viragem do milénio.

O TC1000 daCompaq. Wikimedia Commons.

6. Compaq TC1000 (2003)

O TC1000 é um Tablet PC híbrido concebido pela Compaq, antes de esta ser adquirida pela HP.

7. Amazon Kindle (2007)

O Kindle da Amazon. Crédito da imagem: http://www.amazon.com

O leitor de ebooks da Amazon foi um verdadeiro sucesso e marco importante na divulgação dos ebooks, ajudando a tornar a Amazon a maior livraria de ebooks do mundo.

8. Apple iPad (2010)

Apple iPad.

O grande fenómeno de vendas no ano do seu lançamento, demonstrativo do sucesso do conceito de tablet. Acabou de fazer um ano…

9. Motorola Xoom (2011)

Motorola Xoom. Crédito da imagem: http://www.zdnet.com.

Um dos anunciados rivais do iPad, produzido pela Motorola. Vai ser certamente um dos tablets de sucesso de 2011.

10. Híbridos e iPad 2 (2011)

2011 vai assistir ao lançamento de inúmeros modelos de tablets, procurando concorrer com o iPad. A Apple, por outro lado, lançará a muito aguardada segunda versão do seu tablet.

Via techradar.com

As limitações dos dispositivos móveis

Deixe um comentário


É já um lugar-comum afirmar que o futuro é móvel. Contudo, o momento actual pode ser ainda considerado um momento de transição, não só pela falta de conteúdos adaptados aos dispositivos móveis, mas também pelas próprias limitações dos dispositivos. Esta vídeo disponibilizado por Natalia Arroyo enumera não só algumas das mais comuns limitações, mas sugere também algumas soluções para as evitar.

Ebook da semana – As Minas de Salomão

1 Comentário


Título: As Minas de Salomão

Autor: Henry Rider Haggard

Formatos: EPUB , HTML, Kindle, Plucker, QiOO Mobile, Plain Text UTF-8

Download

qrcode

O livro que sonhou ser um ebook – vídeo

Deixe um comentário



Via @pizidoro Facebook

Biblioteca digital de Fernando Pessoa

Deixe um comentário



A Casa Fernando Pessoa disponibiliza on-line a biblioteca particular de Fernando Pessoa em formato digital, constituída por uma colecção de 1140 volumes e disponível para consulta ou para download em http://casafernandopessoa.cm-lisboa.pt. É possível pesquisar por Autores, Datas, Títulos, Classes, e as cópias estão disponíveis em pdf e jpg, embora algumas com acesso restrito. A qualidade da digitalização é fraca, pelo menos nos dois exemplares a que acedi – Os Gatos, de Fialho de Almeida, e Histoire de la franc-maçonnerie, de François Bournand; de qualquer forma é uma iniciativa louvável e bem-vinda.

Social Books – a experiência social da leitura

Deixe um comentário


Older Entries