Ler no ecrã – o tamanho conta

5 comentários


Jakob Nielsen voltou hoje a abordar a questão da leitura em ecrã e chegou a algumas conclusões interessantes, nomeadamente ao nível da compreensão leitora.

Num teste realizado por R. I. Singh da Universidade de Alberta, foi pedido a 50 voluntários que lessem as políticas de privacidade de 10 websites  muito conhecidos: eBay, Facebook, Google, Microsoft, Myspace, Orkut, Wikipedia, WindowsLive, Yahoo!, eYouTube.  O grupo de 50 foi dividido em dois, sendo que um grupo leu num ecrã de computador e o outro leu num ecrã tipo iPhone.  Depois  foi testada a compreensão de cada um dos grupos em relação aos documentos lidos, e a compreensão leitora do segundo grupo foi cerca de metade da do primeiro grupo :

  • Ecrã tipo desktop : compreensão 39.18%
  • Ecrã tipo telemóvel: compreensão 18.93%

Ora estes resultados são tão mais importantes quanto os produtores de conteúdo parecem considerar que basta produzir uma aplicação adaptada ao tamanho do ecrã para que o acesso ao conteúdo se faça em condições semelhantes ao de qualquer outra plataforma. E numa altura em que começam a aparecer cada vez mais conteúdos educativos para dispositivos móveis, esta é uma questão que não nos pode deixar indiferentes.

Anúncios

Os idosos e os ebooks

Deixe um comentário


O Centro Internacional de Tecnologías Avanzadas (CITA) da Fundação Germán Sánchez Ruipérez em Peñaranda de Bracamonte (Salamanca, Espanha) em colaboração com a biblioteca municipal desta localidade, levou a cabo uma investigação sobre os hábitos dos leitores digitais com mais de 55 anos que ajudou a desmontar alguns dos mitos associados às novas tecnologias.

De acordo com os coordenadores do projecto, entre os quais se encontram professores catedráticos de várias universidades espanholas, as pessoas desta idade «apropriam-se sem dificuldades dos modernos dispositivos leitores», e  são receptivos e estão preparados para os livros electrónicos.

Apesar do medo inicial ao enfrentarem pela primeira vez o leitor de ebooks sem  instruções, o habitual é que a aprendizagem se realize sem problemas. Uma vez superadas as primeiras dificuldades, acabam por se familiarizar com o dispositivo electrónico e acham a leitura satisfatória. O estudo evidencia também o papel fundamental que os bibliotecários desempenham neste processo de adaptação e melhor aceitação dos dispositivos electrónicos nas bibliotecas por parte dos mais velhos, uma vez que a tutoria «é fundamental»

O objectivo desta iniciativa da Fundação Germán Sánchez Ruipérez é realizar a primeira etnografia digital de Espanha sobre os hábitos dos leitores digitais sócios de bibliotecas públicas.  Começou pelos maiores de 55 anos («De la piedra al ebook»), seguindo-se os jovens entre 13 e 18 anos  («beatlePAD»), para continuar com crianças  de 9 a 12 («Artistas insólitos»), e de Fevereiro a Maio de 2011, a franja a cobrir é a dos leitores entre 40 e 54 anos.

Via ABC
Imagem: ABC

Ebook da semana – Dom Casmurro

Deixe um comentário


Título: Dom Casmurro

Autor: Machado de Assis

Edição:  Universidade da Amazónia

Formato: pdf

Preço: Gratuito

Sinopse: Dom Casmurro conta a história de Bento Santiago (Bentinho), apelidado de Dom Casmurro por ser calado e introvertido. Em adolescente apaixona-se por Capítu, abandonando o seminário e, com ele, os desígnios traçados por sua mãe, Dona Glória, para que se tornasse padre. Casam-se e tudo corre bem, até o amor se tornar ciúme e desconfiança. É esta a grande questão que magistralmente Dom Casmurro expõe ao longo de 148 capítulos: a dúvida que paira ao longo de toda a obra sobre a possibilidade de traição de Capítu, agravada pela extraordinária semelhança do filho de ambos, Ezequiel, com o grande amigo de Bentinho, Escobar.
Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para as Novas Oportunidades, destinado a leitura autónoma – Grau de Dificuldade III.

Download
qrcode

Os estranhos gostos dos piratas de livros

1 Comentário


O site Galleycat elaborou uma lista dos 10 ebooks mais pirateados no Pirate Bay, e o resultado é deveras surpreendente. Ao que parece, os piratas de ebooks estão sobretudo interessados em programas de tratamento digital de imagem (Photoshop), em matemática e em sexo. O top ten é constituídos pelos seguintes títulos:

1. 1000 Photoshop Tips and Tricks
2. Advanced Sex: Explicit Positions for Explosive Lovemaking
3. What Did We Use Before Toilet Paper?: 200 Curious Questions
4. Photoshop CS5 All-in-One For Dummies
5. What Rich People Know & Desperately Want to Keep a Secret-
6. 101 Short Cuts in Maths Any One Can Do
7. Touch Me There!: A Hands-On Guide to Your Orgasmic Hot Spots
8. How to Blow Her Mind in Bed
9. 1001 Math Problems
10. How To Make People Like You In 90 Seconds Or Less

A pirataria de ebooks é um dos problemas ainda por resolver pela indústria do livro, já que opções como DRM dificilmente constituem uma solução. Por outro lado, medidas como esta poderão, pelo contrário, contribuir para agravar o problema.

40 anos de ebooks – infográfico

Deixe um comentário


Via http://ebookfriend.ly/

A sátira: revista humorística de caricaturas online

Deixe um comentário


«A 1 de Fevereiro de 1911 aparecia em Lisboa, para uma crítica generalizada da sociedade, a que não escapava o novo regime republicano, A Sátira. Revista Humorística de Caricaturas. Cem anos depois, para assinalar a efeméride, a Hemeroteca Municipal de Lisboa decidiu digitalizar e disponibilizar em linha esta publicação. A Sátira, como tantos outros títulos humorísticos, teve uma existência meteórica, publicando apenas 4 números. Foi dirigida por Joaquim Guerreiro, e teve como editor Stuart de Carvalhais. A revista teve um papel importante na introdução do modernismo no meio artístico lisboeta, pelo que não surpreende que, no rol dos lápis colaborantes, sobressaia a provocadora geração modernista: Jorge Barradas, Sanches Castro, Christiano Cruz, Correia Dias, Luís Filipe, Almada Negreiros, entre outros. Na parte literária destacavam-se André Brun, Alfredo França, Cardoso Martha e Albino Forjaz Sampaio. Para se deliciar com a sátira d’A Sátira à sociedade portuguesa de 1911 clique aqui
As revistas encontram-se disponíveis em formato HTML e PDF, sendo que o tamanho do ficheiro pdf oscila entre 30 e 40 MB.

Texto: Hemeroteca Municipal de Lisboa

Ebook gratuito – Redes Sociais na Internet

Deixe um comentário


Título: Redes Sociais Na Internet

Autor: Raquel Recuero

Editora: Sulina

Ano: 2009

Formato: pdf

Preço: Gratuito

Download

 
qrcode

Older Entries