«Os e-books não mordem»

1 Comentário


Quem o diz é o autor e crítico literário José Mário Silva, num excelente texto publicado no seu Bibliotecário de Babel.

Kindle Fire – uma boa notícia para editores de e-revistas e ebooks?

Deixe um comentário


Dev Ganesan (CEO da Aptara) e Jeremy Peters (The New York Times) acham que sim. Para Ganesan, as capacidades multimédia do tablet permitirão aproveitar melhor todo ecossistema da Amazon, ultrapassadno as limitações da e-ink no Kindle tradicional. Peters, por seu lado, considera que o Fire pode ser uma janela de oportunidade para os editores de revistas electrónicas, que esperam do tablet da Amazon um efeito semelhante ao conseguido pelo Kindle com os ebooks.  A ler aqui e aqui.

Escolha o Kindle certo

2 comentários


Depois de na passada  quarta-feira a Amazon ter anunciado o lançamento do seu tablet e de novos modelos do e-reader Kindle, a opção pelo equipamento certo tornou-se mais  difícil. Para facilitar a escolha, Michael Degusta, do The understatement, elaborou o seguinte gráfico que nos guia pelas diferentes ofertas da Amazon (clicar na imagem para aumentar).

eBook search: mais de dois milhões de livros gratuitos

Deixe um comentário



A Inkstone Software lançou na semana passada uma aplicação para iPad e iPhone que permite pesquisar milhões de livros em bases de dados de todo o mundo. A eBook Search tem pré-configurado o acesso a cinco catálogos on-line: Projeto Gutenberg, Feedbooks, Baen Books, Smashwords, Munseys e Internet Archive, mas é possível configurar manualmente o acesso a outros catálogos, através do respetivo URL.


Depois de encontrar o título desejado, é exibida uma página com detalhes a respeito da obra e, no canto superior direito, há a opção para fazer o download do ebook nos tipos de ficheiro disponíveis; em seguida, o utilizador pode escolher que o livro seja aberto com a aplicação do iBooks (nativa do iPad e iPhone) ou em qualquer outra aplicação instalada, passando o ebook a fazer parte da biblioteca da aplicação.
A eBook search é gratuita e encontra-se disponível em várias línguas, entre as quais o português.

Tablet da Amazon abaixo dos 200 dólares

4 comentários


Tal como se previa, a Amazon anunciou hoje o lançamento do seu primeiro tablet, batizado de Kindle Fire, a um preço de 199 dólares. O tablet, com SO Android adaptado, ecrã a cores touch de 7 polegadas, memória interna de 8 GB (complementada com armazenamento na nuvem gratuito para conteúdos da Amazon), uma bateria com 8 horas de duração e um peso de 413 gramas, estará à venda a partir de 15 de Novembro (a tempo das compras de Natal).

Será este o primeiro grande rival do iPad da Apple? Tendo em conta o preço e o facto de ter por detrás a gigante de conteúdos Amazon, será de pensar que sim.  Mas as suas 7 curtas polegadas, o ecrã de menor qualidade que o iPad, a ausência de câmara (que a Apple se apressou a corrigir no iPad 2) e de conectividade 3G, e a vantagem da loja de aplicações da Apple em relação ao Market do Android, levam a supor que o iPad não deverá passar por grandes sobressaltos na época natalícia.

De qualquer, trata-se de uma excelente proposta, considerando que custa menos de metade do que o mais barato dos iPads, um argumento nada desprezível no contexto económico em que vivemos.

Ebook gratuito: Retrato de Portugal – Factos e Acontecimentos

Deixe um comentário


Por ocasião da 3.ª presidência portuguesa da União Europeia, em 2007,  foi lançado o livro O Retrato de Portugal – Factos e Acontecimentos, coordenado por António Reis, numa edição conjunta do Instituto Camões, Círculo de Leitores e Temas & Debates, e que a Biblioteca Digital Camões disponibiliza gratuitamente. Com 352 páginas em formato pdf, o livro  traça um retrato do estado, da sociedade, da economia, da educação, do ambiente e da cultura do Portugal contemporâneo.

Já este ano,  dentro desta temática, mas numa vertente meramente estatística, a Fundação Francisco Manuel dos Santos lançou o ebook « O Retrato de Portugal» (41 páginas em pdf), com um resumo de indicadores da sociedade portuguesa contemporânea, a partir da base PORDATA

Relatório Aptara revela a força do ebook

Deixe um comentário


A Aptara acaba de publicar o seu 3.º relatório anual sobre ebooks, produzido a partir de um inquérito realizado a 1300 editores. Segundo a Aptara, os ebooks são a força dominante do mercado atual de publicação, com um crescimento de 40% das vendas em 2010 e com mais de um terço dos editores inquiridos a publicarem, em 2011, mais de 75% dos seus títulos em formato ebook.

De acordo com os resultados do inquérito, realizado em Abril deste ano, os EUA continuam a liderar o mercado, com 70% das vendas mundiais, seguidos da Europa continental com com 8%, Reino Unido com outros 8% e o resto do mundo com 14%. Os ebooks para educação ocupam já o segundo lugar em termos de segmento preferencial dos editores, com uma quota de 25%.

Outros resultados interessantes do inquérito da Aptara revelam que a Amazon continua a dominar em termos de distribuição e que a grande maioria dos editores de ebooks (85%) continua a editar o mesmo livro tanto em formato impresso como digital, e apenas 10% optou definitivamente pelo formato digital:

O relatório completo (40 páginas em formato pdf) pode ser obtido aqui.

Projeto “Leitura Digital” da Gulbenkian iniciou-se hoje

Deixe um comentário


O projeto da Fundação Calouste Gulbenkian de estudo dos hábitos de leitura digital em Portugal,  que aqui referimos por ocasião da V Conferência do PNL, teve hoje início, segundo noticia o jornal Público. O estudo, coordenado pelo sociólogo Gustavo Cardoso, diretor do Observatório da Comunicação do ISCTE,  «irá incluir um inquérito representativo da população (com leitores de todas as idades) e ainda uma série de análises da indústria – em termos editoriais – e também das bibliotecas», e abordará a leitura digital em diversos suportes e «não apenas num tablet ou num ereader».

Leia o diário da II Guerra Mundial no Twitter

Deixe um comentário


Esta é uma utilização bastante original do Twitter, a recriação histórica sob a forma de diário. Em http://twitter.com/#!/RealTimeWWII podemos acompanhar, em tempo real de há 72 anos, o desenrolar da Segunda Guerra Mundial, sob o ponto de vista britânico. A ideia e autoria são de Alwyn Collinson,  ex-aluno de História da Universidade de Oxford, que, desde 31 de Agosto ( dia em que a Alemanha invadiu a Polónia em 1939), publicou já mais de 300 tuítes relatando os principais acontecimentos da guerra como se eles estivessem ocorrendo agora.

Via wwwhat’s new

 

Ebooks «Inteligência Financeira» a 50 cêntimos

Deixe um comentário


O jornal Público disponibiliza, na sua loja on-line, os 8 ebooks da coleção «Inteligência Financeira» ao preço de apenas 50 cêntimos por exemplar. Os títulos disponíveis são os seguintes:

Finanças aos 40

Pequenos Empresários e Freelancers

Portofólio de Investimento

Dinheiro Ético

Reforma

Dinheiro aos 20

Filhos

Divórcio

Older Entries