A geração móvel: alunos e smartphones [infográfico]

Deixe um comentário


Generation Mobile
Created by: HackCollege

Ebooks pagam 4,5 vezes mais impostos que livros em papel [infográfico]

Deixe um comentário


Este infográfico diz respeito a Espanha, mas em Portugal o panorama não é diferente: os livros em papel têm uma taxa 6% de IVA, ao mesmo livro em formato digital são aplicados 23%, a taxa máxima que é aplicada a um iate ou um carro de luxo…

Via Revolução Ebook

Bang! – e-revista gratuita de aventura e fantástico

3 comentários


Editada pela Saída de Emergência, a Bang! vai já no n.º 9 e é a única revista portuguesa de aventura e fantástico.

De periodicidade trimestral, a Bang! procura trazer ao leitor português os autores incontornáveis da literatura fantástica mundial – como H. P. Lovecraft, Alfred Tenyson, Robert E. Howard, Edgar Allan Poe, Arthur Machen e Neil Gaiman  -,  apresentar os autores portugueses consagrados e dar oportunidade às novas vozes nacionais.

Uma leitura muito recomendada para a noite de hoje.

 

Openmargin – partilhe as notas dos livros que lê no iPad

1 Comentário


A Openmargin lançou na semana passada uma aplicação para iPad que, além de oferecer as  principais funções de uma app de leitura, permite partilhar as notas com outros utilizadores, um pouco à semelhança da Findings, de que já falámos aqui.  Neste caso, funciona exclusivamente com iPad, pelo menos por enquanto,  e com ebooks em formato epub sem DRM, mas oferece integração com a Dropbox, para a importação de livros que aí tenhamos armazenados.

Inclusão digital na escola [apresentação]

5 comentários


Apresentação de suporte à minha comunicação no I Congresso Brasileiro da Leitura Digital

Congresso Brasileiro da Leitura Digital transmitido em Livestream

3 comentários


O I Congresso Brasileiro de Leitura Digital, que decorre amanhã Porto Alegre (Brasil) será transmitido em Livestream na Fan Page do Congresso. Quando forem 11 horas locais, 14 horas em Portugal, apresentarei, por videoconferência, a comunicação «Inclusão Digital».

Eis o programa completo (mais três horas em Portugal):

08:00 às 08:45

Credenciamento

08:45 às 09:00

Cerimônia de Abertura

09:00 às 10:30

Que humanidade é essa?

Gill Giardeli (Keynote Speaker)
Airton Jungblut (FFCH) – Cibercultura
Francisco Marshall – O homem pós-vitruviano

Mediação: Sônia Bornelli – (FACED) PUC Virtual

10:30 às 11:00

Intervalo criativo

11:00 às 12:30

Inclusão digital de professores e alunos

Carlos Pinheiro – (Keynote Speaker)
Márcia Moraes (FACIN) – Informática como instrumento de aprendizagem e inclusão digital
Everton Rodrigues (Gabinete Digital RS) – Qual inclusão é necessária?
Galeno Amorim – (Keynote Speaker) Políticas públicas para leitura

Mediação:Maria Conceição Christofoli – (FACED) Formação de leitores

12:30 às 14:00

Almoço

14:00 às 15:30

Tecnologias digitais

Lucia Santaella – (Keynote Speaker)
Ana Munari – Hiperlivro: um suporte para a hiperliteratura?
Gilberto Andrade – Livros digitais
Gustavo Lima – Case: Buqui livros digitais

Mediação: Paulo Tedesco – Oficina do livro

15:30 às 16:00

Intervalo Criativo

16:00 às 17:30

Cultura e educação digital

Leonardo Brant – (Keynote Speaker) Convergência das mídias
Jorge Campos – (FALE) Cultura científica e criatividade
Aline Job (FALE) – Da gameficação: considerações depois da teoria
Dorly Neto – (Keynote Speaker)

Mediação: Rafael Trombetta – Curador do CBLD

17:30 às 18:00

Cerimônia de encerramento

Ebooks gratuitos em português para o Halloween

4 comentários


Um conjunto de títulos da literatura fantástica e de terror, bem de acordo com o espírito do Halloween:

Bram Stoker – Drácula (pdf)

H. P. Lovecraft – O Terrível Velho (pdf)

H. P. Lovecraft – Vento frio (pdf)

H. P. Lovecraft – Nas Montanhas da Loucura (pdf)

H. P. Lovecraft – O Horror no Museu (pdf)

Edgar Allan Poe – Espectro (pdf)

Edgar Allan Poe – O Corvo (pdf)

Edgar Allan Poe – O Gato Preto (pdf)

Edgar Allan Poe – O Poço e o Pêndulo (pdf)

Quem tiver um iPad e estiver disposto a despender 4,99 dólares, fica aqui a sugestão desta app para iPad do Drácula de Bram Stoker, vencedor do PUBLISHING INNOVATION AWARD 2010. Produzido pela PadWorx Digital Media, este ebook combina texto com uma banda sonora de 21 temas e características interativas que fazem da aplicação uma espécie de mashup entre livro e um jogo.

Crianças usam dispositivos digitais duas vezes mais do que leem livros [estudo]

Deixe um comentário


Esta é uma das principais conclusões do estudo “Zero to Eight: Children’s Media Use in America“, que analisou a utilização dos media por crianças americanas entre os zero e os oito anos.

O estudo, que foi anteontem apresentado em  Washington, D.C., é o primeiro de uma série de relatórios do  Program for the Study of Children and Media da Common Sense Media’s, e chegou a alguns resultados interessantes, sobretudo tendo em conta a faixa etária estudada:

Cinquenta e dois por cento das crianças entre 5 e 8 anos utiliza dispositivos móveis, como  smartphones, iPods, iPads ou outros equipamentos semelhantes, e cerca de 25% das crianças com idades entre os 2 e os 4 anos também já utiliza esses mesmos dispositivos.

Apesar da proliferação das novas tecnologias e plataformas, a televisão continua a dominar: as crianças até 8 anos passam em média uma hora e quarenta minutos por dia  a ver televisão ou um DVD, mas apenas 29 minutos a ler ou a ouvir ler, 29 minutos a ouvir música, 17 minutos a usar o computador, 14 minutos com a consola de videojogos e 5 minutos a usar o telemóvel, iPod, iPad ou dispositivo semelhante.

A multitarefa está também já muito presente entre  nestas idades, com 23% das crianças a usarem mais do que um media ao mesmo tempo.

Fahrenheit 451 em 2011

2 comentários


Via Ebookfriendly

Quanto pesam os ebooks?

1 Comentário


Afinal os ebooks também pesam, e um e-reader cheio de ebooks é em teoria mais pesado do que um outro com a memória vazia. Quem o afirma é John D. Kubiatowicz, professor de ciência da computação da Universidade da Califórnia, em Berkeley.  «Contudo, é uma diferença é muito pequena, da ordem de um atograma, ou seja, 10 elevado a -18 gramas», esclarece o Dr. Kubiatowicz. É uma diferença tão pequena que na realidade é  imensurável, pois os instrumentos de medida mais precisos apenas conseguem chegar ao 10–9 gramas.

A explicação científica pode ser lida aqui.

Older Entries