O Pew Research Center’s Project for Excellence in Journalism acaba de tornar público um estudo sobre a utilização de tablets e o seu significado para o futuro do jornalismo.

De acordo com este estudo, 11% da população adulta dos EUA possui um tablet, 77% utilizam o dispositivo diariamente  e 53% utilizam-no todos os dias para ler notícias. Esta é aliás uma das utilizações mais frequentes do tablet, apenas ultrapassada pelo email   (54%) e a navegação na web (67%). (A leitura de ebooks apenas é referida por 17% dos utilizadores).

Quanto aos leitores de notícias, cerca de um terço paga pelo acesso aos conteúdos (14% diretamente e  23% mediante assinatura de versões impressas que dão acesso ao conteúdo digital), o que é uma percentagem significativa de acordo com os autores do estudo. O acesso às notícias continua a ser feito mais via browser (40%) do que através de uma aplicação específica (21%).

Três em cada dez  utilizadores do tablet refere que agora despende mais tempo a ler notícias do que antes de possuir o dispositivo (apenas  4% referem que passam menos tempo a  e cerca de dois terços  (65%) despendem o mesmo tempo que antes).