«Do papiro ao iPad – uma história do livro e da leitura» [conferência]

Deixe um comentário


É já depois de amanhã, 21 de abril, que estarei na Biblioteca Municipal de Viana do Castelo para uma conferência intitulada «Do papiro ao iPad – uma história do livro e da leitura», no encerramento da iniciativa cultural Contornos da Palavra, subordinada, este ano, ao tema Expressões da Literatura.

A evolução dos suportes e das formas de leitura desde a pré-história ao século XXI serão o mote para debater os desafios que a a tarefa de criar leitores tem de enfrentar face aos novos conceitos de livro e de leitura, mas também as janelas de oportunidade que se abrem para bibliotecas e mediadores num mundo que, surpreendentemente, continua a ser dominado pela palavra escrita.

A explosão dos ebooks nos EUA [infográfico]

1 Comentário


Um infográfico da CreditDonkey sobre o crescente dinamismo do mercado de ebooks norte-americano e do de dispositivos relacionados (e-readers e tablets).

Infographics: eBooks Growth
Courtesy of: CreditDonkey

Ebook gratuito – Sonetos completos de Antero de Quental

1 Comentário


Para comemorar o 170.º aniversário do nascimento de Antero de Quental nada melhor do que ler a sua obra, neste caso a sua poesia. Sonetos completos é uma «coletânea de sonetos à qual Antero se referiu como “autobiografia de um pensamento” e “memórias de uma consciência” (“Carta autobiográfica dirigida ao Professor Wilhelm Storck”), traduzindo num percurso poético a evolução do indivíduo de um pessimismo metafísico (“O palácio da ventura”, “Nox”, “No turbilhão”, “Lacrimae rerum”, “A Germano Meireles”, a série “Elogio da morte”), marcado pelas doutrinas filosóficas de Hartmann e Schopenhauer, para um misticismo libertador (“À Virgem Santíssima”, “Transcendentalismo”, “Na mão de Deus”, “Salmo”), sustentado pelo hegelianismo: a ideia, que, para Hegel, é imanente à evolução do mundo, converte-se, na obra de Antero, no mistério divino. A expressão lírica do amor ideal (“Sonho oriental”, “Ideal”, “Idílio”) explica-se pela conceção do amor como essência metafísica da existência, possibilidade de realizar a perfeição (“Mors-Amor”, “Solemnia Verba”).
O volume inclui composições já constantes das recolhas Odes Modernas (1865) e primaveras Românticas (1872).»
(Sonetos Completos. In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2012. [Consult. 2012-04-18].
Disponível na www: .)
Disponível para Kindle e outros formatos.

 

Google homenageia Antero de Quental com um doodle

Deixe um comentário



Comemora-se hoje o 170.º aniversário do nascimento de Antero Tarquínio de Quental (Ponta Delgada, 18 de abril de 1842 — Ponta Delgada, 11 de setembro de 1891), um dos escritores e poetas portugueses mais importantes do século XIX. A Google homenageia hoje o autor português com um belíssimo doodle que inclui a seguinte citação do poeta: A Poesia é a confissão sincera do pensamento mais íntimo de uma idade»

Ebook gratuito: «Palabra de autor. Entrevistas de La Vanguardia a 19 escritores de éxito»

3 comentários


A editora espanhola Ebooks de Vanguardia oferece por tempo limitado (até 24 de abril) o ebook Palabra de autor. Entrevistas de La Vanguardia a 19 escritores de éxito, uma recolha de  19 entrevistas a escritores de êxito publicadas durante os últimos anos na secção de Cultura do diário La Vanguardia: Jaume Cabré, Javier Cercas, Sam Savage, Michael Crichton, Isabel Allende, Joan Perucho, Arnaldur Indridason, Jean-Michel Guenassia, Katherine Pancol, Francisco González Ledesma, John Connolly, Philip Roth, Michel Houellebecq, Jostein Gaarder, Martin Amis, Ana María Matute, Juan Goytisolo, Mario Vargas Llosa e Alessandro Baricco.

  • Formato: Kindle
  • Tamanho do arquiivo: 701 KB
  • N.º de páginas: 111
  • Editor: Ebooks de Vanguardia (12 de abril de 2012)
  • Idioma: Español

O cheiro dos livros

Deixe um comentário



É o argumento final dos indefectíveis do formato impresso: o cheiro do livro, que nunca poderá ser substituído pelo inodoro ebook. Mas afinal de onde vem o cheiro dos livros? É isso que nos explica o Richard do AbeBooks neste vídeo baseado numa pesquisa realizada pela University College London, em Londres.

Um livro de papel é feito de material orgânico que reage ao calor, à luz, à humidade e, sobretudo, aos químicos usados na sua produção. O cheiro é produzido precisamente pela reação do material orgânico a estes factores.

Via Ebook Friendly

Ebooks interativos, leitura e aprendizagem

Deixe um comentário


O site Mashable publicou na sexta-feira um interessante artigo (publicado originalmente na UX Magazine) sobre ebooks interativos intitulado How Interactive Ebooks Engage Readers and Enhance Learning.

A invenção do tabelt com o seu ecrã táctil abriram uma nova área de negócio para a publicação de conteúdos, surgindo quase de imediato propostas de ebooks que apelam à intervenção do leitor, quer pelo toque dos dedos no ecrã quer pela movimentação dos dispositivos de leitura equipados com giroscópio.

A interatividade começou por chegar aos livros para crianças, por exemplo ebooks pop-up, mas as propostas atuais incluem  guias de viagem interativos que utilizam as capacidades GPS dos dispositivos, livros de culinária com tempos de confeção programados e vídeos explicativos, e aquela que talvez seja a área de maior crescimento no futuro: os ebooks didáticos. O recente lançamento da iBooks Author pela Apple, que permite de forma fácil criar e publicar livros interativos, deixa adivinhar uma explosão na disponibilidade de nosvos conteúdos para iPad.

O artigo do Mashable chama ainda a atenção para o facto de existirem diferentes níveis de interatividade e de grande parte das propostas pouco mais mais exigirem do que um toque do dedos no ecrã para lançar um vídeo ou uma animação.  Para se tornar significativa, a interatividade deve proporcionar experiências que não seriam possíveis com o livro físico, e refere como boa pática a este respeito o ebook de  Al Gore Our Choice,  um grande exemplo do que será o futuro da edição digital.

Outros bons exemplos apontados são aplicação para iPad Martha Stewart Cookies, um livro de cozinha interativo, e Paris: DK Eyewitness, um ebook de viagens igualmente para iPad.

Tablets e smartphones usados em multitarefa

1 Comentário


Há muito se sabe que os dispositivos móveis potenciaram a atividade multitarefa, um das características apontadas aos chamados nativos digitais, sendo que ver televisão é a atividade mais frequente ao mesmo tempo que se usa um desses dispositivos.

De acordo com um estudo da Nielsen envolvendo utilizadores de  tablets e smartphones nos EUA, Reino Unido, Alemanha e Itália, esta é uma tendência que tem vindo a acentuar-se. Os EUA têm, neste âmbito, os utilizadores mais multitarefa, com 45% a admitirem usar o seu  tablet diariamente enquanto veem televisão.

A atividade mais frequente, tanto no tablet como no smartphone, é a consulta do email, tanto durante os programas de televisão como nos intervalos dos mesmos.
photo credit: Veronica Belmont via photopin cc

Toshiba vai lançar um tablet de 13 polegadas

Deixe um comentário


A partir do próximo mês de junho, o mercado de tablets vai passar a contar com um novo concorrente, cujo o principal argumento será o tamanho do seu ecrã, o maior do segmento. A proposta é da Toshiba, e, de acordo com TG Daily, o tablet, desingnado Excite 13, terá um peso de cerca de 1 quilo  (53% a mais que um iPad do modelo Wi-Fi, que pesa 652 gramas), um ecrã de 13,3 polegadas (1600×900 pixéis), tecnologia Tegra 3 da Nvidia e virá equipado com o sistema operativo Android, na versão 4.0. Dispõe de uma slot SD card , e portas microUSB e micro HDMI .

Dado o seu peso, o Excite 13 destinar-se-á sobretudo a uma utilização doméstica (apenas tem ligação Wi-Fi) e vem uma base para tornar mais confortável a sua utilização, isto apesar de a sua anunciada autonomia de 13 horas lhe permitir outro tipo de utilizações.

Empréstimo de ebooks em listas de espera nas bibliotecas dos EUA

Deixe um comentário


O jornal norte-americano The New York Times traz hoje uma interessante reportagem  sobre as listas de espera no empréstimo de ebooks nas bibliotecas norte-americanas, sobretudo nos livros mais procurados, um sintoma do sucesso da leitura digital nos EUA e do papel das bibliotecas nesse processo.

Como exemplos, The Help, um romance Kathryn Stockett, tem uma lista de espera de  375 pessoas, e a trilogia Millenium, de Stieg Larsson, que na  New York Public Library tem 193 pessoas a aguardarem por uma cópia.

O artigo aborda também as complexidades do empréstimo de ebooks em bibliotecas, desde editoras que recusam a venda de exemplares para empréstimo às polémicas com a cartelização de preços, e inclui um guia sobre como aceder ao empréstimo de ebooks a partir dos dispositivos de leitura mais comuns.

Quanto a listas de espera, em Portugal, por enquanto apenas temos de esperar, sabe-se lá quanto, pela possibilidade de empréstimo de ebooks em qualquer biblioteca.

photo credit: Johan Larsson via photopin cc

 

Older Entries Newer Entries