privacyA privacidade é uma das questões mais delicadas na transição dos livros físicos para o digital. A utilização de e-readers ligados à rede e as compras nas lojas ebooks deixam um rasto de pegada digital que pode ser acedido por terceiros, nomeadamente para fins comerciais.

Se quisermos saber a dimensão dessa pegada, a Electronic Frontier Foundation, que acaba de publicar a sua E-Reader Privacy Chart, 2012 Edition, pode ajudar. Analisando algumas das principais lojas e e-readers do mercado (Google Books, Amazon Kindle, Barnes & Noble Nook, Kobo, Sony, OverDrive, IndieBound, Internet Archive e Adobe Content Server), a E-Reader Privacy Chart mostra-nos que tipo de dados são recolhidos pelos mesmos, nomeadamente registo das buscas efetuadas e dos artigos comprados, e o que podem fazer e fazem com esses dados.

photo credit: Jaboney via photopin cc