readingEsta é uma das principais conclusões de  um estudo realizado nos EUA pelo Pew Research Center’s Project for Excellence in Journalism e pelo The Economist Group. Contudo, este perfil de leitores tem algumas cambiantes interessantes: embora com níveis de leitura semelhantes aos mais velhos, os jovens, ao contrário destes, já abandonaram maioritariamente o consumo de notícias em papel e utilizam mais o smartphone do que os mais velhos (para estes o dispositivo preferido é o iPad).

Outra das conclusões é uma clara predominância do sexo masculino e também o facto de a maioria dos leitores preferir uma experiência de leitura semelhante ao papel, sem multimédia (preferência que, estranhamente – ou talvez não – é mais acentuada junto dos mais jovens).

photo credit: henry… via photopin cc