ogUm conto de Olinda P. Gil escrito em finais de 2003, e que foi 3.º prémio de prosa no concurso literário “Lisboa à Letra” em 2004. Foi publicado numa brochura da Câmara Municipal de Lisboa (AAVV. Lisboa à Letra 2004: Câmara Municipal, Lisboa, 2004