aviaoSeguindo o exemplo da sua homóloga norte-americana (que tomou uma decisão semelhante no final do mês passado), a Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) aprovou ontem o uso de dispositivos eletrónicos durante a descolagem e aterragem de aviões, desde que os mesmos permaneçam em “modo de voo” (que impede a ligação à internet e receber e realizar chamadas).

Esta autorização entra em vigor no final do mês e apenas se aplica a tablets, smartphones e e-readers, excluindo dispositivos de maior tamanho, como computadores portáteis.

Imagem: Flickr