medium_4007784365

O advogado-geral da União Europeia (UE) confirmou esta quinta-feira o direito de as bibliotecas digitalizarem obras que façam parte da sua coleção para as colocarem à disposição dos utilizadores através de terminais destinados para o efeito.

O advogado esclareceu, no entanto, que o direito comunitário não permite aos utilizadores armazenar o livro digitalizado num dispositivo de memória USB e usar a cópia fora dos postos de leitura eletrónica. Nos próximos meses, o Tribunal de Justiça da União Europeia (TJUE) deverá tomar a decisão final, que coincide com a opinião do letrado em 80% dos casos.

Via El País
photo credit: theunquietlibrary via photopin cc