medium_6816581220Em 2014 foram vendidos nos EUA, o principal mercado mundial, 223 milhões de ebooks, menos 17 milhões do que no ano anterior.

Estes dados foram apresentados pela Nielsen na BookExpo America e resultam da PubTrack Digital, que recolhe estatísticas das vendas de ebooks das 30 maiores editoras norte-americanas.

O mercado de ebooks representou no ano passado 26% do mercado de edição, uma diminuição de dois pontos percentuais relativamente a 2013.

A ficção juvenil cresceu 10% em 2014, embora represente somente 15% do mercado global nesta categoria. Isto deve-se, de acordo com a Nielsen, ao facto de mais de metade dos adolescentes continuar a preferir formatos impressos (24% preferem decididamente livros em papel e 30% preferem o papel mas estão disponíveis para ler ebooks).

Estes dados confirmam o abrandamento do mercado de ebooks nos EUA nos dois últimos anos, depois de um espetacular crescimento, na ordem dos 3 dígitos, nos primeiros anos da década (300% em 2010, por exemplo).

Curiosamente, apesar do decréscimo no número de unidades vendidas, os lucros da comércio de ebooks cresceram 5% em 2014, de acordo com a  Association of American Publishers ($15,7 mil milhões, comparado com $15 mil milhões em 2013).

Via The Book Seller