Subscrição de ebooks da Amazon já disponível no Brasil

2 comentários


Kindle-Unlimited-BrasilO serviço de assinatura de ebooks da Amazon, Kindle Unlimited, já está disponível no Brasil.

Por um preço de R$ 19,90 mensais – o primeiro mês é gratuito –, o serviço de subscrição dá acesso a um catálogo com 700 mil e-books, 12 mil dos quais em português.
Lançado em julho nos EUA, o Kindle Unlimited foi depois alargado ao Reino Unido, Alemanha, Itália e Espanha, a que se juntam agora o Brasil e também a França.

Anúncios

Assinatura de ebooks da Amazon prossegue na Europa

Deixe um comentário


Como previsto, o serviço de assinatura de ebooks da Amazon – o Kindle Unlimited – prossegue o seu alargamento na Europa. Depois de no mês passado ter sido lançado na Grã-Bretanha, o Kindle Ulimited está agora disponível na Alemanha, no âmbito da Feira do Livro de Frankfurt.  A partir de hoje, os clientes alemães (e possivelmente os austríacos) da Amazon passam a ter acesso livre ao catálogo de ebooks da Amazon, que inclui cerca de 700 mil títulos (cerca de 50 mil em alemão), mediante o pagamento de uma assinatura mensal de 9,99 euros.

É provável que o Kindle Unlimited passe em breve a estar disponível noutras lojas europeias da Amazon.

Assinatura de ebooks da Amazon chega hoje a Inglaterra

Deixe um comentário


Os clientes ingleses da Amazon passam, a partir de hoje, a ter acesso ao Kindle Unlimited, um serviço de assinatura de ebooks. Mediante um pagamento mensal de 7,99 libras, os subscritores do serviço passam a ter acesso a um catálogo de cerca de 650 mil ebooks.

Depois de em julho ter sido lançado nos EUA, o Kindle Unlimited chega agora à Inglaterra e, segundo aos últimos rumores, ainda este ano continuará a sua progressão na Europa com o previsto alargamento à Alemanha no próximo mês, durante a Feira de Frankfurt.

Para os residentes em Inglaterra, a Amazon oferece os primeiros 30 dias de assinatura.

Amazon vai lançar serviço de assinatura de ebooks

Deixe um comentário


kindle

A Amazon pode estar prestes a lançar um serviço serviço de assinatura de ebooks e audiobooks, chamado “Kindle Unlimited”, que alguns já designam por “Netflix dos livros” (o Netflix é um popular serviço de assinatura de conteúdos víde0). Por uma mensalidade de cerca de 10 dólares por mês, os subscritores terão acessso a um catálogo de 600 mil títulos. As páginas de teste do serviço já foram retiradas do ar pela Amazon, mas ainda estão acessíveis na cache do Google. O novo serviço da multinacional americana vai concorrer com serviços de assinatura lançados no último ano serviços pela Oyster e pela Scribd.

Scribd passa a oferecer ebooks de viagens

Deixe um comentário


lpO serviço de ebooks por assinatura Scribd estabeleceu uma uma parceria com a Lonely Planet, a principal editora mundial de guias de viagem, para passar a oferecer no seu catálogom, que inclui mais de 300 000 ebooks, títulos dessa editora como parte do serviço de subscrição mensal da Scribd. Além disso, foi ainda apresentado um novo recurso: a possibilidade de marcar páginas dentro do ebook, permitindo aos viajantes o acesso fácil ao conteúdo marcado durante as viagens graças à sincronia automática das marcações.

Neste momento estão disponíveis 914 títulos na nova categoria da Scribd, onde além dos guias estão também incluídas outras narrativas de viagem não ficção.

 

Scribd lança serviço de assinatura de ebooks

Deixe um comentário


scibdA disponibilização de ebooks por assinatura é sem dúvida uma das tendências do ano 2013, com várias iniciativas um pouco por todo o mundo. Agora chegou a vez da Scribd, o popular serviço de disponibilização de documentos online, que acaba de lançar um serviço de assinatura de ebooks, mediante um pagamento mensal de 8,99 dólares.

Para já, o acesso ao serviço pode ser feito através do browser ou através de uma aplicação, disponível para iOS e Android. Entre os milhares de ebooks disponíveis, contam-se, de acordo com a Scribd, títulos da HarperCollins, uma das principais editoras de livros em inglês.

Apple anuncia serviço de assinaturas na Apple Store

Deixe um comentário


A Apple anunciou hoje anunciou hoje um sistema de subscrição de conteúdos, já previsto desde o lançamento do jornal The Daily, a primeira aplicação a beneficiar desta funcionalidade.

O serviço de assinaturas estará disponível para os produtores de conteúdos para aplicações da Apple, como jornais, revistas, vídeos, música, etc. Chega assim ao fim uma restrição que não era bem vista por alguns jornais e revistas, sobretudo europeus, e que forçava os utilizadores a comprar conteúdos número a número.

O serviço prevê diversas modalidades de subscrição: semanal, mensal, bimensal, trimestral, semestral ou anual. Quando a assinatura é feita através da Apple Store, a empresa de Steve Jobs cobra uma percentagem de 30% do valor; contudo, os produtores de conteúdos podem optar por vender a assinatura fora da Apple Store (através da Web ou como complemento da assinatura da versão impressa), furtando-se assim a pagar qualquer percentagem à Apple. Contudo, neste caso aplicação não poderá incluir um link que direccione o cliente para a aquisição da assinatura fora da Apple Store e o preço terá de ser igual ao praticado pela Apple.