A Sony está a desenvolver um novo DRM para ebooks

Deixe um comentário


A Sony está a desenvolver um novo DRM para ebooks, que pretende ultrapassar alguns dos estrangulamentos associados ao sistema da Adobe. Uma das novidades será a possibilidade de revender o ebook.

 

Anúncios

Portugal vai rever leis do DRM

Deixe um comentário


DRMForam aprovados no parlamento português, na passada sexta-feira, dois projetos de lei apresentados pelo Bloco de Esquerda ( projeto de lei 406/XII/2ª) e pelo Partido Comunista Português (projeto de lei  423/XII/2ª), que procuram mudar as regras que limitam a utilização de conteúdos digitais em virtude das tecnologias de Gestão de Direitos Digitais, mais conhecidas como DRM.  Apesar de diferentes, ambos os projetos procuram garantir os direitos dos utilizadores a fazerem uma cópia privada do conteúdo que adquirem e, por outro  lado, pretende-se impedir que obras de autores de domínio público sejam objeto de DRM ou de quaisquer outros mecanismos restritivos.

As propostas provadas vão agora baixar à primeira comissão, onde serão analisadas por um grupo de especialidade composto por membros dos vários partidos e possivelmente por entidades consultoras convidadas, a fim de se proceder à  correspondente alteração do Código do Direito de Autor e dos Direitos Conexos.

photo credit: tom-b via photopin cc

“Malware”, a nova arma contra a pirataria de books?

Deixe um comentário


small__3321595771A pirataria de ebooks é um dos principais problemas que a indústria editorial enfrenta na sua transição para o digital. Sistemas como o DRM estão longe de cumprir eficazmente o seu papel e são cada vez mais postos em causa tantos pelos leitores, como pelos editores e autores.

Michael Kozlowski anunciou esta semana que a nova arma da indústria editorial americana (onde ebooks representam já praticamente um quarto da faturação total) contra a pirataria de ebooks  poderá ser o malware (palavra proveniente do inglês “malicious software” e que designa um software que, de forma ilícita, se infiltra num sistema de computador alheio, com o intuito de causar algum dano ou roubar de informações).

De acordo com um relatório da Commission on the Theft of American Intellectual Property, citado por Kozlowski, os ebooks adquiridos  virão “equipados”  com malware que deteta quando o livro é pirateado, desencadeando a partir daí uma série de ações que podem incluir impossibilitar o acesso ao ficheiro do ebook ou bloquear o acesso ao computador ou dispositivo de leitura, apresentando simultaneamente instruções sobre como contactar as forças da lei para obter uma chave de desbloqueio. O mesmo relatório avança que esta prática é legal, pelo menos nos EUA, e não viola qualquer lei de utilização da Internet.

Será este o novo DRM para publicações digitais? Os consumidores estarão dispostos a adquirir um produto com software capaz de danificar o seu sistema? E quanto tempo demorará a disponibilização na rede de “vacinas” para este tipo de malware?
photo credit: Sophos D/A/CH Presseinfo via photopin cc

O fim do DRM?

4 comentários


Esta semana foi notícia a decisão da Tor e da Forge, importantes editoras norte-americanas de títulos de ficção científica e de fantasia, de abandonarem o DRM nos ebooks a publicar a partir do mês de julho.

O DRM é o sistema anticópia mais utilizado pelos editores de conteúdos digitais e tem conhecido, nos últimos tempos, uma forte oposição, tanto por parte dos leitores, como, mais recentemente, por parte dos próprios autores. Criado como forma de combater a pirataria, o DRM falha absolutamente no seu principal objetivo e prejudica apenas os pagantes de conteúdos, criando obstáculos ao usufruto dos mesmos.

A decisão da Tor/Forge, não sendo inédita (são já muitas as pequenas editoras, mesmo em Portugal, que comercializam os seus ebooks sem DRM), tem o peso de ser a primeira grande editora a romper com o padrão atual de proteção dos direitos de autor, pelo que não será de estranhar que muitas lhe sigam o exemplo.

Talvez o Dia Internacional contra o DRM, que se comemora no final da próxima semana, esteja em vias de perder o seu significado.

«Por favor, pirateie este livro» a troco de um tweet

3 comentários


Este é o mote de uma original campanha de marketing do Fortykeybooks , que está a oferecer aos seus leitores o ebook Cardanica (A Steampunk Nightmare), numa versão “pirata” para «bad guys», a troco de um tweet. O ebook está disponível nos formatos mobi (Kindle) e epub. Os «good guys» podem sempre optar pela versão paga, a 5,74 dólares na Amazon.

Via TeleRead

Hoje é o Dia Internacional contra o DRM

Deixe um comentário


Um pouco por todo o mundo assinala-se hoje o dia contra o DRM (Digital Rights Management, sistema de encriptação que determina os usos permitidos pelo titular dos direitos sobre uma obra digital), o sistema utilizado para supostamente proteger os direitos de autor e evitar a proliferação de cópias de ilegais de conteúdo protegido. Contudo, para muitos DRM significa Digital Restrictions Management e é atentatório dos direitos dos leitores de livros digitais.

Mais informações aqui.

HarperCollins admite rever política restritiva no empréstimo de ebooks

3 comentários


No final de Fevereiro, noticiámos aqui a decisão da HarperCollins de limitar o empréstimo de ebooks em bibliotecas a um máximo de 26 empréstimos, numa medida que se estende a serviços como o OverDrive ou outros que fornecem ebooks a bibliotecas com possibilidade de empréstimo. Esta decisão suscitou uma vaga de protestos por parte das bibliotecas, que incluiram inclusivamente a possibilidade de boicote, e reacendeu a luta contra o DRM.

Josh Marwell, presidente de vendas da HarperCollins, admite agora rever a posição da empresa. Surpreendido com a vaga de protestos, considera o processo de limitação como um «work in progress», adaptável a diferentes tipos de livros, nomeadamente os bestsellers.

Para ler aqui.

Older Entries