As melhores apps para leitura de ebooks

8 comentários


Eis algumas das principais apps para leitura de ebooks em dispositivos móveis. Não foram consideradas as aplicações de lojas, como iBooks, Kindle, Google Books e Nook, entre outras.

 

Aldiko
image333

iOS

Android

Uma das melhores apps de leitura disponível para Android e iOS com mais de 20 milhões de utilizadores em mais de 200 países. Compatível com os formatos EPUB, PDF com ou sem proteção DRM da Adobe.

Grátis


PocketBook reader

unnamed4

Android

iOS

Um dos melhores leitores de ebooks gratuitos. Leia, pesquise, faça anotações e destaque textos nos livros em PDF (Adobe DRM), EPUB (Adobe DRM), DjVu, TXT, FB2, FB2.zip, CHM, html (basic), RTF, Comics Books. Interface  rápida e amigável, desenvolvida para proporcionar as opções mais práticas de leitura.

Grátis


ASTRI-Bee

unnamed

Android

App para leitura de ebooks com um design interessante e suporte para epub 3 (leitura de ebooks com características multimédia).

Grátis


FB Reader

image338

Android

FBReader é um leitor de  ebooks gratuito para dispositivos Android que suporta os formatos de ebook principais: ePub (incluindo as principais funcionalidades do ePub3), Kindle azw3 (mobipocket), fb2(.zip).
Outros formatos suportados: RTF, doc (MS Word), html, texto.

Grátis


Marvin

image336

iOS

Leitor de ebooks para dispositivos iOS.

3,99 €

 


Moon+ Reader

unnamed3

Android

Leitor de ebooks com funções e ajustes,  suporta os principais formatos de ficheiro: epub, pdf, mobi, chm, cbr, cbz, umd, fb2, txt, html, rar, zip ou OPDS.

Grátis


Blue Fire

image331

iOS

Android

Um dos melhores leitores de ebooks gratuitos. Suporta Adobe DRM.

Grátis


Bookari

image202

iOS

Android

Uma excelente app  de leitura  de ebooks, fácil de usar e personalizável, com a possibilidade de sincronizar a biblioteca entre diferentes dispositivos.
Permite destacar trechos, tomar notas nos seus livros, ouvi-los graças à síntese vocal, organizar livros e notas, adicionar as suas livrarias favoritas, etc. Suporta os formatos mais comuns de ebooks (EPUB2, PDF), bem como livros multimédia interativos (EPUB3). Suporta Adobe DRM, o que permite ler ebooks protegidos contra pirataria. Tem uma versão gratuita, mas com publicidade.

4,99 €

45 apps para quem gosta de ler

2 comentários


45 aplicações – iOS e Android -, quase todas gratuitas, para quem gosta de ler.

App Dropbox para iOS vai permitir edição de documentos word

Deixe um comentário


DropboxA Dropbox atualizou hoje a sua app para dispositivos iOS (iPhone e iPad) e entre as novidades da nova versão existe a possibilidade de comentar diretamente os ficheiros armazenados na nuvem Dropbox e adicionar outros utilizadores à «conversa».

A Dropbox anunciou ainda que em breves semanas vai ser possível editar na própria aplicação documentos do Microsoft Word. Este é mais um fruto da parceria estabelecida entre a Dropbox e a Microsoft nos finais do ano passado, pelo que é possível que nos próximos tempos o popular serviço de armazenamento de ficheiros na nuvem aumente a sua integração com documentos do Office da Microsoft.

Há cada vez mais adolescentes com smartphone

3 comentários


De acordo com a Nielsen, os adolescentes  foram o segmento que mais cresceu em termos de posse de um smartphone. Quase três em cada cinco jovens entre os 13 e os 17 anos  (58%) têm um smarthpone, enquanto há um ano essa percentagem era de apenas 36%.

Desconhecem-se números para Portugal, mas não deverão andar longe da realidade, tendo em conta a baixa de preços dos aparelhos no último ano e as campanhas das várias operadoras de redes móveis.

Em termos de sistema operativo, há um claro predomínio do Android, seguido do iOS, sendo que ambos dominam quase 90% do mercado (aguarda-se com expectativa o desempenho do Windows Phone 8, que equipa os recentemente lançados Nokia Lumia 820 e 920):

O Android aumentou a quota de mercado nos últimos 3 meses, certamente devido a um abrandamento das vendas do iPhone (iOS) (talvez porque os consumidores estão à espera do novo modelo que precisamente apresentado hoje), mas também porque o crescimento do SO Android se tem feito sobretudo graças ao sucesso das vendas de smartphones de baixo preço, mercado onde o iOS não compete.

O sucesso dos smartphones está diretamente ligado à crescente oferta de aplicações para os mais distintos fins (mais de 40 mil milhões de downloads previstos para este ano), a maioria delas gratuita (89%).

A futuro da leitura digital, seja qual for o caminha que esta venha a trilhar, irá passar necessariamente por estes dispositivos, realidade que os produtores nacionais de conteúdos tardam a descobrir.

Wattpad para iOS actualizada

Deixe um comentário


A popular aplicação de leitura Wattpad foi actualizada na sua versão para iPad e iPhone (sistema operativo iOS).

Além da função de e-reader, a Wattpad funciona também como uma rede social, onde podemos partilhar e comentar os livros que lemos, contactar com os escritores, etc.

Entre as novidades desta nova versão, contam-se algumas melhorias na transição de página e na navegação e uma melhor adaptação ao retina display do iPhone.

Wattpad encontra-se também disponível para outros sistemas operativos (Android, Windows phone 7, etc.)

Aqui fica um vídeo com as principais novidades da app Wattpad para iOS:

5 vooks gratuitos para Kindle iOS

1 Comentário


A Vook, editora que produz livros multimédia com adição de áudio e vídeo, acaba de disponibilizar na Amazon 5 vooks gratuitos. Para aceder aos vooks, é necessário dispor da aplicação Kindle para iOS (iPad/iPhone/iPod), embora a Kindle esteja a fazer uma actualização da sua aplicaçao para Android, a fim de ser possível ler os ebooks também neste sistema operativo.

Os vooks disponíveis gratuitamente são os seguintes:

Via The Digital Reader

iPad dominará o mercado de tablets até 2015

Deixe um comentário


De acordo com uma previsão da Gartner Inc. (IT), o tablet da Apple dominará o mercado pelo menos até 2015, isto apresar da forte concorrência de outros sistemas operativos, como o Android. Em 2011, o sistema operativo iOS do iPad dominará mais de dois terços de um mercado  onde se prevê a venda de quase 70 milhões de tablets, mas essa quota tenderá a decrescer ao longo dos três anos seguintes, cifrando-se nos 47% em 2015. Este decrescimento será acompanhado pela subida do SO Android, que em 2015 deverá aproximar-se bastante do iPad, fincando a uma distância de apenas 9 pontos percentuais (mais de 50 em 2011).