Ebook gratuito: Introdução à preservação digital: conceitos, estratégias e actuais consensos

Deixe um comentário


pdigtUm ebook de 88 pp., da autoria de Miguel Ferreira, publicado pela Escola de Engenharia da Universidade do Minho, disponível em pdf, que fornece uma «panorâmica abrangente e introdutória às questões da preservação digital que será certamente preciosa para todos quantos se queiram iniciar, ou actualizar conhecimentos, neste domínio.» [in Prefácio de Eloy Rodrigues).

 

Webinar gratuito: introdução à preservação digital

Deixe um comentário


Um webinar sobre preservação digital, dividido em três partes e disponibilizado pela Association of Southeastern Research Libraries (ASERL) e dinamizado por Jody DeRidder (responsável pelos Serviços Digitais das Bibliotecas da Universidade do Alabama, EUA).

Parte 1

Powerpoint

Parte 2

Powerpoint

Parte 3

Powerpoint

Ebook gratuito sobre preservação digital

2 comentários


A Guide to Distributed Digital Preservation é uma publicação do Educopia Institute (2010) e foi escrito por K. Skinner e M. Schultz, membros da MetaArchive Cooperative.

Trata-se de um guia prático sobre técnicas cooperativas de preservação digital, uma área emergente no âmbito da preservação da memória cultural, e com especial interesse para bibliotecários, arquivistas e académicos.

Título: A Guide to Distributed Digital Preservation
Autores: Katherine Skinner e Matt Schultz
Editção: Educopia Institute, 2010
ISBN: 978-0-9826653-0-5
Formato: PDF
N.º de pág.: 158

União Europeia desafia os Estados-Membros para digitalização de material cultural

2 comentários


Metas indicativas (número de objectos) para o contributo para a Europeana por Estado-Membro

A União Europeia anunciou, em comunicado de imprensa de 28 de Outubro, a adoção de uma recomendação em que solicita aos Estados‑Membros da UE que intensifiquem esforços, conjuguem recursos e associem o sector privado à digitalização de material cultural. O material digitalizado deve ser disponibilizado através da Europeana, a biblioteca digital europeia, que é também arquivo e museu (ver www.europeana.eu).

A recomendação desafia os Estados-Membros a elaborarem planos sólidos e constituírem parcerias para aumentarem, até 2015, o número de objectos disponíveis na Europeana de 19 milhões para 30 milhões; colocarem em linha mais obras sujeitas a direitos de autor, ou que tenham deixado de ser publicadas; e adaptarem a legislação nacional e as estratégias que garantem a preservação a longo prazo de materiais digitais.

Como se pode ver pelo quadro junto, espera-se que a contribuição portuguesa atinja meio milhão de objetos digitais.

Preservação da herança digital – relatório da Biblioteca do Congresso dos EUA

Deixe um comentário


A Biblioteca do Congresso dos EUA foi uma das primeiras instituições a pôr em prática um programa de preservação da informação digital (National Digital Information Infrastructure and Preservation Program) e acaba de publicar o seu relatório relativo a 2010. Um documento essencial para compreender a importância de uma política de preservação da informação em formato digital, preocupação que ainda está longe de ser sentida como prioritária pelos profissionais da informação. Fazer aqui o download do relatório.